Foz do Iguaçu sedia banca do Sated-PR para capacitação profissional de artistas

Oportunidade é resultado de parceria entre Fundação Cultural e Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversão no Estado do Paraná

A realização da banca examinadora do Sated-PR está movimentando a cidade de Foz do Iguaçu. Aproximadamente 100 artistas, dentre dançarinos (as), bailarinas (os), atrizes e atores, estão participando do processo de avaliação do Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversão no Estado do Paraná com vistas a obter o registro profissional e conquistar mais oportunidades no mercado de trabalho da cultura.

Os testes estão acontecendo em vários locais do município desde ontem (05) e seguem até amanhã (07) às 17h30.Os resultados dos exames serão divulgado no sindicato até o dia 15 deste mês. No sábado, às 19h, a equipe do Sated-PR se reunirá com os artistas na Fundação Cultural e ministrará uma palestra sobre o funcionamento da instituição representativa da categoria, bem como sobre os direitos e deveres dos profissionais da área.

Aproximadamente quarenta atores e atrizes e cinquenta bailarinos (as) e dançarinos (as) estão participando do processo; são artistas de Foz do Iguaçu e região que aproveitaram a chance para se profissionalizar.

Esta é a primeira vez que Foz do Iguaçu recebe a banca examinadora do Sated-PR, criando condições para facilitar o acesso dos artistas à formalização profissional. Historicamente, os profissionais da cultura precisavam se deslocar até a capital do estado para realizar o exame que garante o registro profissional junto à Delegacia Regional do Trabalho.
Nesta edição que está sendo realizada em Foz, a banca está ofertando exames para as modalidades de danças de salão, ventre e urbanas, Ballet Clássico e Contemporâneo e na área de artes cênicas, interpretações dramatúrgicas de obras teatrais de autores reconhecidos.

A oportunidade é resultado de uma parceria entre Fundação Cultural e Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversão no Estado do Paraná e atende a um compromisso com os artistas e também com a regularização dos trabalhadores da área. A profissionalização dos artistas atende a Lei 6.533 de 1978 cuja regulamentação estabelece que somente profissionais com este registro podem ser contratados para trabalhar em TV, cinema, teatro ou publicidade.

Facilitar o acesso e fomentar a profissionalização contribui para o processo de desenvolvimento da cultura no município, que está passando por uma importante fase de organização e intensificação das políticas públicas para área. “Essa ação está inserida no projeto de fortalecimento dos artistas locais e da formulação das políticas públicas que contribuem para todas potencializar as manifestações culturais na cidade”, explicou Juca.