Fóruns dos Setoriais de Cultura iniciam dia 16 de Julho

Diferentes áreas da cultura representadas pelos setoriais estarão reunidos  para tratar da Política Pública de Cultura de Foz do Iguaçu

 

Ao longo do mês de julho , os 14 setoriais de diferentes áreas da cultura iniciam seus encontros nos fóruns programados pelo Conselho Municipal de Políticas Culturais (CMPC). O primeiro deles acontece a partir do dia 16, e segue até dia 25 de julho (veja quadro abaixo). 

 

As inscrições podem ser feitas pelo link ou pessoalmente com o preenchimento da ficha entregue na sede da Fundação Cultural (Rua Benjamin Constant, 62). Nos encontros, três novos setoriais serão lançados:  Setorial de Trabalhadores e Fazedores de Cultura, Setorial de Empresas e Produtores de Cultura e Setorial de Instituições Não Governamentais de Cultura.

 

A mudança foi anunciada no último mês durante reunião do conselho e fez-se necessária para ampliar a representatividade da comunidade e ajudar a reformular  a composição do conselho conforme o Sistema Nacional de Cultura orienta. A representatividade no CMPC não se resumirá nas instituições que hoje participam, mas todo artista, profissional, instituição, empresa e principalmente membros da comunidade poderão contribuir participando do conselho. 

 

“Outra necessidade que encontramos também diz respeito a participação da comunidade. Hoje se um artista não faz parte de uma entidade ou instituição, não participar ou ser representado no Conselho”, disse Sérgio Winkert, presidente do CMPC. 

 

Além dos setoriais, a representatividade popular será definida via territórios. “Num planejamento conjunto com a Fundação Cultural, separamos  a cidade em 10 regiões culturais e vamos realizar em cada uma delas Fóruns Territoriais de Cultura, para levar informações sobre os sistemas de cultura, nacional, estadual e municipal, o papel do conselho e da Fundação. Mostrar para essas pessoas que podem participar da tomada de decisões a respeito da cultura e podem contribuir para uma política pública de cultura, principalmente no seu bairro”, explicou. 

 

Cada macrorregião, num total de seis, deverão eleger  seus representantes, sendo um titular e um suplente, que também integrarão o Conselho Municipal de Políticas Culturais. 

 

Para isso, se faz necessário a revisão da Lei Nº 3.645/2009 que instituiu o Sistema Municipal de Cultura e conseqüentemente cria o Conselho e o Fundo de Incentivo à Cultura. “Vamos fazer essas alterações  alinhando com os sistemas estadual e nacional de cultura e também para que possamos concluir o Plano Municipal de Cultural, tornando o municipal apto para receber recursos federais, que passará a ser fundo à fundo”.  Após esse trabalho coletivo, o texto será colocado para apreciação popular e depois encaminhado à Câmara Municipal. 

 

Os encontros acontecem na sede da Fundação Cultural nos horários indicados.  Somente setorial de Artesanato que realizará o evento na sala de reuniões dos Conselhos Municipais, no complexo Bordin.

 

Confira as datas e locais do Fóruns Setoriais: 

Artes Visuais – 16/07 – 16h

Música – 16/07 – 19h

Capoeira – 17/07 – 8h30

Circo – 17/07 – 10h30

Teatro – 17/07 – 19h

Dança – 18/07 – 8h30

Literatura, Livro e Biblioteca – 18/07 – 10h

Audiovisual – 19/07 – 19h

Culturas Populares – 19/07 – 19h

Empresas e Produtores Culturais – 19/07 – 19h

Instituições não governamentais  de cultura n- 19/07 – 19h

Trabalhadores e Fazedores de Cultura – 19/07 – 19h

Patrimônio – 22/07 – 14h30

Artesanato – 25/07 – 10h