Estação Cultural é inaugurada no TTU

O espaço funcionará como uma extensão da Fundação Cultural e como ponto de apoio do projeto Roda-Livro

 

A Fundação Cultural inaugurou na manhã desta quinta-feira (2) a Estação Cultural no Terminal de Transporte Urbano Pedro Antonio de Nadai, na avenida JK. O evento, prestigiado por moradores e autoridades locais, também foi marcado pela retomada do projeto Roda Livro, que leva a leitura e literatura aos usuários do transporte coletivo.
 
“Estamos muito felizes por concretizarmos mais uma ação que aproxima a população do governo municipal. Esse espaço funcionará como uma extensão da Fundação Cultural. Pretendemos realizar intervenções artísticas e culturais e, além disso, o morador poderá obter informações sobre a agenda cultural, divulgar seus projetos, ler e realizar pesquisas”, explicou o diretor presidente da Fundação Cultural Juca Rodrigues. 
 
A sala, cedida pelo Foztrans, está situada próxima à entrada do TTU e funcionará de segunda a sexta-feira das 8h às 12h e das 13h às 17 horas. O espaço será gerenciado por uma servidora do município. O local abriga prateleiras repletas de livros, um acervo que alimentará o projeto Roda-Livro. 
 
“A ação é fantástica, aproxima a Fundação da população, pois está presente em um local de intenso fluxo. E o Roda-Livro marca essa simbologia de aproximação da arte, da leitura com a comunidade”, ressaltou a nova diretora de cultura, Thaísa Praxedes.
 
Literatura
Desenvolvido pela Fundação Cultural em parceria com o Foztrans, o Roda-Livro vai disponibilizar centenas de exemplares nos ônibus do transporte coletivo, difundindo a leitura e a literatura por todos os cantos da cidade. Com isso, os passageiros poderão ler durante o percurso, emprestar e trocar livros.  
 
O diretor superintentende do Foztrans Fernando Maraninchi e Juca Rodrigues, da fundação Cultural, deram a largada do projeto nesta quinta-feira. Após abrirem as portas da Estação Cultural, os dois representantes do governo foram até os ônibus para fixar os suportes e dar início a mais uma importante ação no TTU. 
 
“O terminal é um ponto de encontro de milhares de pessoas, e certamente a Estação Cultural será mais um atrativo. Este é o terceiro espaço da prefeitura inaugurado no TTU: O primeiro foi o Clube de Mães, em setembro do ano passado, e mais recentemente, no dia 12 de abril, a Feira Agroecológica foi inaugurada”, lembrou Maraninchi. 
 
O diretor do Núcleo de Livrarias e Sebos de Foz do Iguaçu Amadeus Mariano, aprovou a iniciativa e explicou que o projeto democratiza o acesso à leitura. “É um espaço excelente e democrático. O morador pode ler o livro aqui para ler durante o trajeto ou então pegar no próprio ônibus, é a leitura se aproximando e formando novos leitores”, exclamou Mariano.
 
Passam pelo TTU cerca de 20 mil pessoas por dia, entre moradores e turistas.