Premiação do Concurso Cataratas de Contos e Poesias acontece neste sábado

Solenidade acontecerá às 20h, no Salão de Exposição Antônio Cabral de Mendonça da Fundação Cultural
A Fundação Cultural realiza neste sábado (26), às 20h, a solenidade de premiação aos vencedores do Concurso Cataratas de Contos e Poesias 2018. A cerimônia acontecerá no Salão de Exposição Antônio Cabral de Mendonça e contará com a presença do vice-prefeito, Nilton Bobato, do Diretor-Presidente da Fundação Cultural, Juca Rodrigues e demais autoridades.
 
A premiação acontece em clima de comemoração com a superação de mais um recorde de inscrições. Esta edição contou com o registro de mais de 1500 obras de vários países, tais como Moçambique, Brasil, Itália, França, Estados Unidos, Angola e Portugal. Além da participação de escritores internacionais, autores de vários estados estão representados entre os vencedores, tais como São Paulo, Rio Grande Norte, Minas Gerais e Paraná.
 
Escritores locais e mais oito autores de municípios brasileiros já confirmaram presença na entrega da premiação. Os autores de outros locais do país que não puderem comparecer à cerimônia receberão os prêmios por correspondência.
 
Prêmios
 
A solenidade será aberta com uma encenação teatral representando o conteúdo das poesias e contos dos primeiros colocados da 27ª edição do Prêmio Cataratas de Contos e Poesias e será seguida pela entrega dos prêmios aos autores das obras selecionadas pelo concurso. Assim como na edição anterior, os escritores receberão exemplares de uma coletânea com os contos e poesias do concurso.
 
No total, foram escolhidas 22 obras, sendo onze poesias e onze contos. Dessas, duas pertencem à categoria local. O primeiro lugar de cada gênero receberá 200 exemplares; o 2º lugar: 150 exemplares; 3º lugar: 100 exemplares; e o 1º lugar: (local) 200 exemplares. Além da publicação das obras, a inovação da premiação neste ano é um e-book que será entregue aos primeiros colocados. Os autores também receberão certificado de participação.
 
Local
 
A novidade deste ano é da categoria local. O iguaçuense Luciano Cantero dos Santos conquistou com o conto “El amigo Invisible” o primeiro colocado local e teve o texto selecionado como o segundo melhor na disputa da categoria geral. No gênero de poesias, Flávia de Melo com “A chuva é uma arte” conquistou o primeiro lugar da categoria local.