Fundação Cultural recebe apresentações e oficinas do Festival Latino-Americano de Música

Com assessoria Unila

Organizado pelo curso de Música da Unila, I edição do Flam acontece entre os dias 06 e 8 de dezembro em Foz e Ciudad Del Este

A Fundação Cultural é um dos espaços que vai receber oficinas e apresentações artísticas do I Flam – Festival Latino-Americano de Música. O evento é organizado pelo curso de música da Unila e acontecerá entre os dias 06 e 08 de dezembro em Foz do Iguaçu e Ciudad Del Leste.

Nesta quinta-feira (6), a partir das 20h, ocorre na Fundação Cultural show com o compositor, arranjador e multi-instrumentista André Siqueira e com o duo Sofia Leandro (Portugal) e Bruno Santos (Brasil). Criado em 2016, o duo busca explorar a música original e adaptada para a formação de violino e percussão, além de divulgar compositores da América Latina e da lusofonia. Também na Fundação Cultural, na sexta-feira (7), haverá uma apresentação dos estudantes da UNILA, a partir das 18h30. A entrada é gratuita.

Outra atração do Festival é o duo formado pela cantora e compositora gaúcha Grazie Wirtti e o violonista, compositor e arranjador argentino Matias Arriazu, que trazem uma visão contemporânea da música brasileira e latino-americana. A apresentação será na sexta (7), na Estación del Arte, em Ciudad del Este.

No mesmo local, no sábado (8), haverá os shows da flautista e compositora Léa Freire e do trio formado por Marcelo Corrêa, Gabriel Rezende e Lucas Casacio. Ambas as apresentações serão às 21h (horário de Brasília), com custo de R$10 (15 mil guaranis).

Oficinas

As oficinas abrangem diversas áreas do conhecimento musical, como instrumento de cordas, de rítmica, arranjo para violão e improvisação. Elas são abertas à comunidade e possuem vagas limitadas. Todas as oficinas serão na Fundação Cultural de Foz do Iguaçu, exceto a de instrumento de cordas, que será na Associação Fraternidade Aliança (AFA), na Vila Boa Esperança.

Festival

Estabelecer o Festival como o principal evento cultural no segmento musical da UNILA é o objetivo geral do evento, que também busca contribuir para a formação dos estudantes e promover um debate crítico e reflexivo em torno das práticas musicais latino-americanas. O Festival visa, ainda, estabelecer um diálogo entre a comunidade acadêmica e artística da região, além de promover o contato entre a comunidade da tríplice fronteira e a Universidade, por meio de apresentações artísticas de alto nível e oficinas gratuitas.