CÊ NA SEXTA APRESENTA ESPETÁCULO TEATRAL “OS MALAS”

Apresentação acontece nesta sexta (16), às 19h30, na Fundação Cultural e promete envolver o público com interpretações de contos populares e folclóricos do Brasil e da região oeste

 

O Cê na Sexta oferece ao público neste feriado prolongado o espetáculo teatral “Os Malas”, uma obra baseada na encenação de contos populares e folclóricos que marcam a formação do Brasil e da região oeste do Paraná. A apresentação acontecerá nesta sexta (16), às 19h30, na Fundação Cultural e a entrada é franca.
 
“Os Malas” é composto por três atores que instigam o público à interação ao longo de quase uma hora de apresentação. Juntos, Aladir Carlos, Lucindo Machado e José Alves conduzem o espectador a uma deliciosa viagem recheada de diversão e muito humor.
 
O espetáculo é dirigido pelo Grupo Teatral Mil Faces, de Medianeira, coletivo teatral que já encenou no Cê na Sexta a peça “Corre João” e traz na bagagem dezenas de apresentações nos mais diversos municípios oestinos. As obras da companhia tem como marca registrada o compromisso com o incentivo a leitura por meio da contação de histórias.     
 
De acordo com Luciano d´Miguel, produtor cultural e coordenador da programação de teatro do “Cê na Sexta”, “a obra é um trabalho que trata de primar pela busca das raízes do ato de contar histórias, trazendo para os temas da atualidade a interpretação de diversos contos populares e de matrizes culturais que evocam a pluralidade étnica do Brasil e, especialmente, do oeste paranaense e da faixa de fronteira trinacional”, conta d´Miguel.
 
Ao final da peça, a companhia realizará um bate-papo com a plateia, de modo a fomentar o debate sobre a produção e estreitar laços entre a população e o trabalho realizado pelos agentes culturais em atividade na região. Esse é um dos objetivos do “Cê na Sexta”, programa cultural desenvolvido em uma parceria de sucesso entre a Fundação Cultural e a Unila que oferece a cada sexta-feira uma atividade cultural nas áreas de dança, teatro, música e literatura.
   
A classificação de faixa etária é livre. Aos interessados, a UNILA disponibilizará gratuitamente transporte de ida e volta com saídas às 18h30 (Campus Jardim Universitário – Tarquínio Joslin dos Santos, 1000) e 21h (Fundação Cultural – Benjamin Constant, 62 – Centro).