Arte e formação: atrações culturais oferecem oficinas artísticas para comunidade

Superproduções de dança, teatro e música estão transformando o cenário cultural de Foz e trazendo formação artística para comunidade

“A oficina de formação é extremamente importante para o aperfeiçoamento do artista. Ela também é uma forma de tornar acessível e difundir a linguagem do teatro para a comunidade”. Foi assim que Thiago Turcatti, ator e diretor, definiu a experiência de ter participado de uma oficina de teatro realizada na tarde da última quinta-feira (10) na Fundação Cultural.

A atividade de formação e aperfeiçoamento foi ministrada pelo Grupo de Teatro Obragem de Curitiba, mesma companhia que encenou o espetáculo Céu de Valentim, na semana passada, no Cineteatro Barrageiros.
A atração e a oficina são mais um resultado de uma ação cultural que alia difusão da arte com formação e aperfeiçoamento profissional. Essa política vem sendo desenvolvida desde o ano passado através de importantes parcerias envolvendo a Prefeitura de Foz, a Fundação Cultural, PTI, Unila e Sesi.

Espetáculo “Céu de Valentim” foi mais um dos espetáculos que trouxe oficina de formação artística

Além de “Céu de Valentim”, Foz do Iguaçu recebeu importantes produções artísticas que são resultado desta visão conjunta de desenvolvimento cultural. Dentre elas, o espetáculo “La Cena”, da Cia G2 de Ballet do Teatro Guaíra, que veio acompanhada de oficinas de sonorização e iluminação, o monólogo “A Rainha do Rádio”, da diretora e atriz, Mariane Feil, que ministrou oficinas de produção e formação para artistas.

“Cão sem Plumas”, da Cia Déborah Colker, trouxe à Praça da Paz de Foz do Iguaçu um dos melhores espetáculos do paísBanca do Sated profissionalizou artistas de Foz

A peça “Hoje é Dia de Rock”, do Teatro Comédia do Paraná, e “Cão sem Plumas”, da Cia Déborah Colker de Dança, também transformaram Foz do Iguaçu em palco dos melhores espetáculos do país e da cena internacional.
Outra importante iniciativa com vistas a profissionalização de artistas na cidade, foi a parceria da Fundação Cultural com o Sated-PR que trouxe pela primeira vez a Foz a banca para obtenção do registro profissional.