BIBLIOTECA MUNICIPAL RESTAURA LIVROS PARA PROJETO ITINERANTE

Roda-Livro volta a funcionar em fevereiro para estimular o hábito da leitura entre a população

Pano umedecido com água, muito cuidado e carinho: é assim que milhares de livros estão renascendo pelas mãos de estagiários e funcionários da Biblioteca Municipal de Foz do Iguaçu. O destino: o projeto itinerante Roda-Livro, que volta a funcionar em fevereiro, levando a leitura e literatura aos usuários do transporte coletivo.

Página a página, milhares de títulos resgatados da Biblioteca Cidadã da Vila C estão sendo recuperados e vão alçar novos voos, ganhando mais vida e liberdade.

A unidade de leitura foi alvo de vandalismo no ano passado e teve grande parte do acervo danificado. As obras foram recolhidas e desde então estão passando por intensos cuidados dos trabalhadores da Fundação e da Biblioteca.

A servidora Neifi Abdalah conta como foi a experiência de renovação dos livros. “Passamos por quatro fases: limpeza, seleção, catalogação e por fim, recuperação de páginas descoladas para trazer o livro de volta a vida. É uma experiência linda, dar nova vida ao livro”, conta.

A estagiária Karoline Rodrigues da Silva que ajudou no resgaste das obras e está catalogando os títulos, falou da alegria ao poder recuperar vários livros. “Muitos livros perdemos, mas é muito boa a sensação de recuperar, de transformar, comparar a situação que estavam e como estão agora; foi uma experiência nova e enriquecedora”, comentou.

Roda-Livro

Das prateleiras para a cidade, as obras integrarão o projeto Roda-Livro, que vai ser retomado pela Fundação Cultural em parceria com o Foztrans, Secretaria Municipal de Educação e empresas da cidade.

O Roda-Livro é um suporte que será afixado nos ônibus do transporte coletivo difundindo a leitura e a literatura por todos os cantos da cidade. Com isso, os passageiros poderão ler durante o percurso, emprestar e trocar livros.

De acordo com a diretora de cultura da Fundação Cultural, Vera Vieira, os suportes serão instalados em cerca de 50 ônibus do transporte coletivo.

Cada roda-livro conterá nove obras. Os usuários poderão ler durante o trajeto e também levar o livro para casa e depois devolver ao roda-livro, perpetuando o ciclo da leitura.

“O Roda-livro é uma ação dentro do Programa do Livro, Leitura e Literatura e da Biblioteca, de tornar a leitura um hábito inserido no cotidiano dos cidadãos. Ele inicia uma relação cheia de significados para a comunidade. Ao dar visibilidade e tornar o livro acessível, além de experimentar o prazer da leitura, ele exercita a solidariedade, a troca, o compartilhamento de um dos maiores patrimônios da humanidade: a literatura e o conhecimento”, completou Vera Vieira.

Biblioteca Cidadã

Coordenada pelo Governo do Estado, a Biblioteca Cidadã deve passar por reformulações. Há tratativas entre o Governo Estadual e a Fundação Cultural, para concessão do local para o município. Com isso, a Fundação projeta compartilhar a administração da unidade com a comunidade e universidades, inserindo programas e ações de leitura na região.