Nesta sexta (15), Prainha de Três Lagoas abre temporada Foz Verão 2018

Terminal turístico está sendo revitalizado, com reparos e instalação de novos pontos de iluminação, reforma e limpeza em churrasqueiras, banheiros e áreas esportivas, além da manutenção e jardinagem no espaço

Amanhã, às 15h, tem início a temporada Foz Verão 2018 com a abertura da “Prainha” de Três Lagoas ao público. O terminal turístico foi totalmente revitalizado, com serviços de reparos e instalações de novos pontos de iluminação, além de medidas de policiamento, que tornam o espaço mais seguro e aconchegante. O local foi sinalizado e uma nova fachada no portal de entrada está sendo instalada. Os frequentadores poderão desfrutar do atrativo até às 20h.
A área infantil de lazer, onde está situado o playground, também contará com instalação de luzes, permitindo que as crianças utilizem a estrutura com mais segurança inclusive a noite. Serviços de manutenção e jardinagem devem garantir churrasqueiras e banheiros limpos e reformados, em perfeitas condições de uso.

Praia

Uma das principais reclamações dos banhistas no passado era a falta de areia. Para a temporada 2017-2018 a uma orla já recebeu novas cargas de areia higienizadas e as quadras de vôlei e futebol também foram revitalizados.
Para garantir a segurança na água uma equipe de salva-vidas permanecerá nos mirantes, que também passaram por reformas. As áreas de banho foram demarcadas por bóias, formando raias de isolamento na água.

Durante o período de temporada, que funcionará todos os dias, das 08h às 20h, de 15 de dezembro a 15 de março, o terminal contará equipe de segurança reforçada. As adequações realizadas no Terminal Turístico de Três Lagoas são fruto de uma força tarefa envolvendo a Fundação Cultural, atual administradora do terminal, Prefeitura Municipal de Foz do Iguaçu, com participação das secretarias de Meio Ambiente, Obras, Foztrans, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Associação da Guarda Municipal.

Transferência

A administração deste Terminal Turístico deverá ser transferida para a Prefeitura Municipal. Já tramita na Câmara Municipal de Vereadores um Projeto de Lei que trata do assunto. O equipamento turístico pertence à Itaipu Binacional e está cedida ao governo local, com administração da Fundação Cultural.