08
dez
Tons de Novembro
19:30 até 21:30
08-12-18

“Tons de Novembro” realiza apresentações com profissionais e aprendizes da música

Evento acontecerá neste sábado (08), às 19h30, no espaço cultural da Uniamérica

“Tons de Novembro” traz ao público várias apresentações musicais neste sábado (08), às 19h30, no espaço cultural da Uniamérica. O projeto promove o encontro entre os professores de música, Noel Silva e Luiz Gustavo, com seus alunos dos cursos de violão, viola, bateria e guitarra.  O evento contará com a participação especial do cantor Rodrigo Maia, da banda Caiçara, bastante reconhecida em Foz e região.

A programação é uma realização da Fundação Cultural e conta o patrocínio de O Trem Bala, instrumentos musicais, Uniamérica e Woodstock. A entrada é franca.

A terceira edição de “Tons de Novembro” reúne quarenta alunos que apresentarão um repertório composto por 18 canções de diversos gêneros, desde MPB ao sertanejo. Os aprendizes serão divididos em várias formações e também realizarão uma apresentação instrumental em conjunto. “Nós realizamos uma vez por ano esse encontro para os alunos poderem apresentar o resultado do aprendizado, a apresentação marca um importante momento para o reconhecimento e para eles sentirem o contato com o público”, disse Silva.

As turmas são bastante variadas e compostas por alunos de várias idades. Um dos talentos da nova geração que se apresentará é a pequena Alana Estigarribia, de apenas 06 anos. Além dela, outro destaque desta apresentação é o aluno do curso de violão, Matheus Henrique. Portador de necessidade especial, Henrique, de 21 anos, é o exemplo da importância da arte para inclusão social e qualidade de vida. “Ele é um exemplo da importância da música, ele superou suas limitações, neste  Tom de Novembro, ele é o grande destaque pela grande superação”.

Projeto

O projeto acontece há quase trinta anos e atualmente é realizado em seis bairros de Foz do Iguaçu: Três Bandeiras, Imperatriz, Vila Yolanda, Conjunto Libra, Morumbi III, Santa Rosa (Vila A). De acordo com Silva, as oficinas de música acontecem em parceria com as igrejas e são realizadas nos pavilhões destes locais. Em função disso e também do formato das aulas, que acontecem em grupo, os valores são mais acessíveis para a comunidade.