05
dez
Mostra especial de teatro Cê na Sexta
19:30 até 21:00
From 05-12-18 até 19-12-18
O “Cê na Sexta” vai contar com uma mostra especial de teatro entre os dias 05 a 19 de dezembro. O projeto cultural que tradicionalmente acontece às sextas-feiras, será realizado excepcionalmente em outros dias da semana, sempre no mesmo horário, às 19h30, na Fundação Cultural. 
 
A programação, que conta com cinco peças de teatro terá início nesta quarta (05) com a apresentação de “A Ponte”. A obra de autoria de Zuca Zenker propõe uma reflexão bem-humorada sobre o homem existencial e as motivações suicidas, mesclando realidade e ironia, demonstrando que pode haver uma saída para as desilusões humanas.  A montagem é de Fernando Faria, professor de Arte, Cultura e História da Unila e conta com um elenco formado por Fabiana Aidar, Henrique Gazzola e Paulo Maria Jr. 
Na segunda-feira (10), haverá sessão dupla de teatro, com a apresentação das peças Revolta em Trigo Forte e Viaje a La Semilla. Na terça-feira (11), será a vez de “Ofélia” e na quarta (19), “Presente de Amor”.  
 
Núcleo dramatúrgico 
Todas as montagens foram desenvolvidas e dirigidas por professores, estudantes e técnicos da Universidade de Integração Latino-Americana e que integram o Cote´coi, coletivo de teatro da Proex – Pró- Reitoria de Extensão da Unila.
 
Duas dessas produções, “Ofélia” e “Presente de Amor”, foram também escritas por docentes da Unila, demonstrando a vitalidade de um importante núcleo dramatúrgico na cidade e região trinacional.
 
 “Ofélia”, por exemplo, é novo trabalho escrito e dirigido pelo mestrando em literatura comparada da Unila, José Ramón Castillo em parceria com a professora, Ligia Karina Martins de Andrade. A peça começou como uma experiência lingüística dentro do projeto de extensão UNILA: “O multilíngüe e intercultural nenhum teatro ensinou”. 
 
“Presente de Amor” é também uma obra escrita pelo Cote´coi, formado por André Francisconi, Eloir Moreira, Jhu Marques e Vanessa Moreira, sob orientação técnica do produtor e ator, Luciano D´Miguel, que coordena a programação teatral do Cê na Sexta. 
 
De acordo com D´Miguel, a intenção ao ofertar um circuito neste mês é dar visibilidade e mostrar a rica produção existente na cidade. “A ideia de se trazer concentradamente ao longo de duas semanas diversas atividades teatrais em desenvolvimento no âmbito da Universidade se deu como evolução de mostras já realizadas em outras ocasiões por meio de parceria com a Fundação na sede do jardim Universitário, bem como com a Cia. Amadeus, na antiga Esquina Cultural. Cada dia mais, os parceiros culturais da Unila se fazem presentes e possibilitam com que a população tenha acesso, de maneira absolutamente gratuita, aos espetáculos”, ressalta D´Miguel. 
 
Para ele, o projeto “Cê na Sexta” dá vazão a uma importante produção realizada pelo Cote´Coi, com a valorização da arte e a formação de novos públicos. “O Cote´coi é um projeto que existe há quatro anos e tem contribuído notavelmente para a amplificação e qualificação da cena teatral da região de tríplice fronteira. Cada vez mais, as apresentações têm trazido mais público e de modo cada vez mais participativo, demonstrando que a região tem uma população que gosta de teatro e que sente a carência de salas apropriadas para a prática de cena no município”, acrescentou. 
 
Cê na Sexta
O “Cê na Sexta” é uma ação cultural desenvolvida através de uma parceria entre a Fundação Cultural e o Proex (Pró-Reitoria de Extensão) da Unila e oferece a cada sexta-feira à noite uma atração artística nas modalidades de teatro, música, dança e neste ano, inaugura a literatura. O propósito é promover o encontro da comunidade com as produções e as expressões artísticas da cidade e da região trinacional.